BEM VINDO AO

PORTAL OFICIAL DA

PREFEITURA

Alunos de Piranhas e Arenópolis são premiados em concurso promovido pelo MP-GO

19/12/2018 às 9:45 - ADMINISTRAÇÃO

Na última segunda-feira (17/12), foi realizado no Auditório da Câmara Municipal a cerimônia de premiação da campanha #nãoévantagem, uma iniciativa do Centro de Apoio Operacional da Educação do Ministério Público de Goiás, executada pela Promotoria de Justiça de Piranhas. A proposta visa levar ao ambiente escolar reflexões sobre as formas de prevenção e combate aos atos de corrupção e difundir os conceitos de ética e honestidade.

A primeira comarca a concluir o projeto promoveu um concurso de vídeos sobre o tema e recebeu 27 trabalhos, que concorreram em três categorias: do 1º ao 5º ano e do 6º ao 9º ano do ensino fundamental e na categoria ensino médio. Das 11 escolas públicas estaduais e municipais de Piranhas e Arenópolis convidadas a participar, 5 encaminharam os trabalhos.

Na abertura do evento, o titular da Promotoria de Justiça de Piranhas, Luís Gustavo Soares Alves, agradeceu o envolvimento das escolas, assim como dos dois municípios, por meio das secretarias de Educação, que, desde o início, apoiaram o projeto. Ele também destacou a presença do juiz da comarca, Daniel Maciel Fernandes, que compôs a banca examinadora dos trabalhos e foi um incentivador da proposta.

Na avaliação do promotor, o projeto possibilita discutir o chamado “jeitinho brasileiro”, que, muitas vezes, trata-se de levar vantagem sobre o outro. Ao abordar o tema, ele acrescentou que o Ministério Público tem sido protagonista no combate à corrupção, aquela que está estampada na capa dos jornais e nos noticiários, a que desvia, mata e aniquila. No entanto, “estas corrupções começam com pequenos gestos, que vão se enraizando. Por isso, é fundamental refletir sobre nossa postura ética, mesmo nas situações do dia a dia”, asseverou.

Ao falar sobre o material produzido pelos alunos para concorrer ao concurso, o promotor acrescentou que se emocionou ao ver os vídeos, tamanho empenho e originalidade dos envolvidos. “Tenho a convicção de que o objetivo do projeto foi alcançado, reforçando a importância do envolvimento das escolas nas discussões necessárias para nossa sociedade”, afirmou, agradecendo ainda à coordenadora do Centro de Apoio Operacional da Educação, Liana Antunes Vieira Tormin, pelo auxílio na execução da proposta.

Vencedores 
Na categoria do 1º ao 5º ano do ensino fundamental, a vencedora foi a aluna Evelly Rennata Araújo Santos, da Escola Municipal Militarizada Gercina Teixeira, de Piranhas. Ela, assim como os demais ganhadores, recebeu como premiação uma bicicleta e um leitor de livro digital.

Ednalva Santos do Nascimento Paiva e os demais professores que orientaram os estudantes também receberam como premiação um leitor digital. Os pais foram ainda agraciados com um certificado de reconhecimento pelo incentivo à participação.

A ganhadora na categoria 6º ao 9º ano foi a aluna Maria Osana Morais da Silva, da Escola Estadual Alfredo Nasser, de Arenópolis. Ela foi orientada pela professora Xisleque Tioleiva de Oliveira. A mesma escola levou também a premiação na categoria ensino médio, com o aluno Wellington Lacerda Dos Santos, que recebeu orientação da professora Luzia Maria Monteiro.

Iniciativa elogiada 
Durante a cerimônia de premiação, as autoridades presentes foram unânimes em elogiar a proposta do concurso, especialmente pelo fato de possibilitar o debate sobre o combate à corrupção em sala de aula. De acordo com a secretária de Educação de Arenópolis, Fernanda Cristina Alves Morais, a iniciativa teve ainda grande envolvimento das famílias, que se interessaram em estarem mais próximas da escola. “Agradeço ao promotor por oportunizar fazermos parte deste trabalho. Tenho certeza que o objetivo foi atingido”, afirmou.

A secretária de Educação de Piranhas, Karlla Christine Fonseca Silva, igualmente agradeceu o Ministério Público por levar o projeto para a comarca. “As escolas certamente não serão mais as mesmas. Se a proposta do MP é ser parceiro das escolas, foi alcançada. Todos estamos trabalhando juntos em prol da melhoria da qualidade do ensino público do nosso município”, garantiu.

Para a coordenadora Regional de Educação, Eurides Maria Rosa Naves, a campanha #nãoévantagem inaugura uma nova etapa na vida da comunidade escolar. O juiz Daniel Fernandes igualmente ponderou que se trata de uma importante proposta de trabalho na qual estão envolvidos professores, pais, alunos e que terá reflexos na comunidade local.

Participaram também da cerimônia o prefeito de Piranhas, Eric de Melo Silveira; o prefeito de Arenópolis, Ovarci Vilela Faria; o vereador Jhonantan Apolinário; o diretor da Escola Municipal Militarizada Gercina Teixeira, tenente-coronel Divino Antônio de Oliveira, e a diretora da Escola Estadual Alfredo Nasser, Lázara Edinamar Garcia.

No encerramento da cerimônia, o promotor Luís Gustavo reiterou o agradecimento a todas as escolas participantes do projeto, destacando que o Ministério Público de Goiás está empenhado em executar e apoiar iniciativas que contribuam para a melhoria da educação.

Fonte: MP-GO

Imagens